segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

É PARA O NOSSO BEM



Difícil de acreditar que coisas que me fazem sofrer cooperam para o meu bem. Mas é exatamente isso que a Bíblia diz em Romanos 8.28: “Sabemos que TODAS as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu proposito”. Se realmente amamos a Deus, temos essa certeza, não importa se o momento é o mais triste, se a dor está esmagando, se a dúvida atormenta, se as lágrimas tornam o olhar sofrido, se o sorriso se esconde e se a força parece acabar. Ainda que os sonhos mais lindos que fomos capazes de sonhar se desmoronem como castelos de areia destruídos pelas ondas do mar, ainda assim é para o nosso bem, pois Deus nos da um refúgio forte, inabalável e indestrutível. Momentos são momentos, passam como a erva. Somos chamados a olhar para o que é eterno. A paixão, a raiva, o ciúme, a inveja, os desejos, as riquezas, são apenas momentos - eles passam; o amor é eterno. A ilusão alegra, mas acaba diante da realidade. A verdade até dói, mas liberta e dura para sempre. As lágrimas de quem não conhece a Deus são provocadas por um desespero inexplicável, mas as lágrimas de quem ama a Deus são derramadas diante dAquele que tem todo o poder. Por isso, essas lágrimas “podem durar uma noite, mas a alegria vem pela manha”. Aqueles que amam a Deus guardam os Seus mandamentos, e quem procura viver nos mandamentos de Deus encontra na graça de Jesus - que nos salva do poder do pecado - a força para ser alguém melhor e amar a justiça. Considerando essa verdade, então podemos afirmar com certeza de que tudo mais, tudo mesmo, é para o nosso bem. 

Um lindo hino:
http://www.youtube.com/watch?v=f1UIaWhQA2U


fonte:www.achandotesouros.blogspot.com

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

"PRESERVE SUA NOVA NATUREZA"



"Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também."
(Efésios 02:03)

Todo cristão deve ter consciência que há uma nova natureza dentro de si, a natureza de Cristo. Antes de aceitá-lo viviamos segundo a natureza de Adão, a natureza do pecado e suas consequências e recebiamos o salário dessa natureza, chamado morte. 

Hoje, para aqueles que estão em Cristo, vale a pena lembrar que não mais estamos debaixo da natureza de Adão, e sim sob a nova natureza, fomos enxertados na Videira Verdadeira, e é dela que devemos obter a seiva da vida.

Repare que eu disse, vale a pena "lembrar" que temos uma nova natureza, porque nossa velha natureza insiste constantemente em operar em nossa vida. A velha natureza é mortificada a medida que optamos por viver segundo a nova natureza. 

A questão é: Tenho vivido debaixo da nova natureza? Minhas atitudes, pensamentos, maneira de viver, minha fé, meu ministério, minha paixão por Jesus, minha condição espiritual condizem com a nova natureza ou ainda revelam a natureza de um passado que já não deveria operar em minha vida?

Todo cristão em vez de pensar se "tal coisa, ou tal prática, ou tal atitude" é pecado ou não é, ou se é permitido ou não, deveria antes avaliar se a vontade que o está conduzindo a "tal coisa, ou tal prática, ou tal atitude", é uma vontade segundo a nova natureza ou diz respeito a velha natureza?
Todas as vezes que um cristão opta por viver debaixo da velha natureza, ele se torna como Adão, se alimentando da árvore do conhecimento do bem e do mal, da árvore que o conduz à independência de Deus, da árvore que o afasta do Senhor, está se alimentando da árvore da velha natureza, cujos frutos já são velhos conhecidos. Frutos apodrecidos. 

Mas ao passo que você vive debaixo da nova natureza, se torna como Cristo, pois se alimenta da Árvore da Vida, aquela que no Éden o homem tinha e até hoje, tem livre acesso.

Porque é tão difícil viver segundo a nova natureza? Porque a velha ainda está muito forte e latente na sua vida. Viver segundo sua nova natureza é uma decisão que deve ocorrer a cada minuto, e para isso você terá que ir matando e mortificando a velha natureza. Se você está acostumado a uma vida cristã conduzida no "piloto automático", cuidado com precipício depois da curva.

Se é assim, qual a diferença de ter Jesus em minha vida? A diferença é que antes você não tinha opção, sua única opção era a natureza de Adão. 

Mas qual a diferença entre aquele que só tem a natureza de Adão, para aquele que tem a natureza de Cristo, mas não vive dela? A diferença é que o primeiro é chamado de homem natural, o segundo é chamado de homem carnal. Mais tolo do que não ter uma nova opção, é tê-la e não usá-la. 

Quer atingir o título de homem espiritual? Você pode, mas talvez tenha que mudar de vida, abandonar de vez a velha natureza.

Cristo não quer apenas morar em você, Ele quer viver em você.

Cristo não quer apenas que você se beneficie da sua morte, mas quer que você se beneficie da Sua vida. Hei... Helooow... Tem alguém aí?... Ele ressuscitou. Porque viver segundo a velha natureza insistindo em deixá-lo morto? Se nem a morte conseguiu detê-lo, porque você ainda insiste nisso? Renda-se, desista do passado, dos seus hábitos, da forma que foi educado, desista do que para você é normal, desista do lugar de conforto, desista do deus chamado "Eu", saia do trono da sua vida. A nova Natureza Dele quer operar em você HOJE.

Dia após dia, A nova natureza de Crito clama dentro de nós através do espírito Santo, mas insistimos em calar esse clamor preferindo viver pelas nossas vontades. Talvez alguém pense "isso não acontece comigo", mas vale a pergunta: Você foi orar a última vez que sua nova natureza desejou? Você leu a palavra a última vez que sua nova natureza precisava de alimento? A ultima coisa que você disse minutos atrás foi segundo a nova natureza? As decisões do seu dia a dia são decididas por sua nova natureza? Você tem se relacionado com as pessoas importantes da sua vida segundo a nova natureza? Você disse não ao pecado as vezes que sua nova natureza queria te conduzir à santidade?

Para viver segundo velha natureza, eu não preciso me afundar no pecado, basta ignorar a Natureza de Cristo e serei novamente conduzido a ele.


AUTOR: Adriano de Favari

sábado, 15 de outubro de 2011

Vem aí o II Aviva Oratórios

II Congresso de Jovens comemorando o 13º Aniversário do Grupo de Mocidade El Shadday e 14º Aniversário do Templo


Dias 22 e 23 de Outubro
Na Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Oratórios
Rua Alexandre de Souza Castro - 121 - Bairro São José.

TEMA: E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. 
2 Coríntios 2:14

Venha para Juntos participarmos desse AVIVAMENTO!

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

♥ Faça sua escolha!



Por Nayarah Souza

“Então, lhe disse o Senhor: Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à sua porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo.”
Depois que Adão e Eva pecaram e foram expulsos do Jardim do Éden, seus dois primeiros filhos, Caim e Abel, na tentativa de recuperar a confiança de Deus, resolveram fazer-Lhe ofertas.
Caim era agricultor e trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor (Gênesis 4:3) e Deus não se agradou de sua oferta. Já Abel, era pastor de ovelhas, e trouxe das primícias de seu rebanho como oferta ao Senhor (Gênesis 4:4), então Deus se agradou da oferta de Abel.
Não foi o fato de Abel ter trazido um animal, em sacrifício a Deus, que fez sua oferta melhor que a de Caim... Abel fez uma coisa que seu irmão não fez, colocou a Deus em primeiro lugar. Enquanto Caim pegou qualquer fruto que tinha e ofereceu a Deus, Abel pegou das PRIMÍCIAS de tudo que ele tinha e ofereceu ao Senhor. Essa atitude mostrou a Deus que havia pureza no coração de Abel.
O fato de Deus ter rejeitado a oferta de Caim, também lhe foi por provação. Se houvesse humildade em seu coração, Caim teria admitido sua atitude errada ou impensada e pedido a Deus, que mostrasse o caminho certo, que mostrasse como ele poderia agradá-Lo. Mas não foi assim que Caim agiu, em vez disso, ao ver que Deus se agradara da oferta de Abel e não da sua, ficou com muita raiva. Então o Senhor, com sua imensa misericórdia, disse a Caim o que Ele diria a qualquer pessoa que age de má fé: “... se procederes bem, não é certo que serás aceito?...”, Deus estava dizendo a Caim, que se ele agisse de maneira correta e humilde, haveria de aceitar sua oferta. Caim estava cometendo um grande erro, queria que Deus mudasse para aceitá-lo, onde na verdade somos nós que temos que mudar para que Deus nos aceite. E Deus acrescentou: “... se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à sua porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo.”, se Caim continuasse a agir de maneira indigna, com seus desígnios de maldade, o pecado lhe seria por perseguidor, pois quem faz escolhas erradas condena a si mesmo, a sua vontade seria sua inimiga e caberia somente a ele dominar a maldade em seu coração.
Deus quer nos mostrar, nessa passagem, três coisas muito interessantes: o que devemos fazer para sermos aceitos, o motivo e as conseqüências de não sermos aceitos e, o mais importante, somos nós que escolhemos se queremos ou não ser aceitos por Deus. 

Faça sua escolha!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

EU SOU O QUE SOU



Deus tem interesse em se apresentar e tornar-se conhecido de suas criaturas. Sabemos que ao pecar nos afastamos de Deus e, somente através de uma atitude divina, a aproximação torna-se possível. Quantos acreditam em um DEUS que não existe! Quantos rendem seus louvores à outra criatura e não ao Criador! Quantos anseiam pelo pleno conhecimento de um Deus invisível, mas real! Para se fazer conhecido de Moisés, Deus o chamou e se revelou a ele com tremendo poder e glória, provando ser único e Soberano. Para revelar sua vontade a Israel, Deus usou Moisés, o qual foi escolhido para uma missão: conduzir um povo à vontade de Deus. Foi aí que o próprio Deus se apresentou como sendo: O EU SOU! E o que Deus é? Ele é tudo em tudo e nada pode descrevê-lo completamente. Ele é o “Eu Sou” que somente Ele pode ser. Jesus é o próprio Deus que se fez homem e habitou em nosso planeta, como a Palavra nos ensina em João 1.1,14: “No principio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade”. Como eu sofro ao ver pessoas que, por não conhecerem a Bíblia, são enganadas facilmente! Falsos profetas apresentam um DEUS bajulador e fofoqueiro... E o pior de tudo, um Deus que causa contenda entre irmãos. Jesus nunca bajulou ninguém, nunca foi fofoqueiro e nunca causou contendas entre as pessoas. Ele sempre ensinou as verdades escritas por Moisés e os profetas, ou seja, toda a Bíblia naquele tempo. Jesus ensinou a buscarmos o conhecimento de Deus - mantendo uma íntima comunhão com o Pai - em oração e estudo das Escrituras. Até quando tentado pelo diabo, Jesus nos ensinou a vencê-lo usando a verdade da Palavra de Deus: (Mateus 4.10) Disse-lhe Jesus: “Está escrito”. Deus nunca envaideceu alguém e jamais iludiu com falsas promessas, as quais nunca se cumprem. Ele nunca motivou alguém a ser intolerante com seus semelhantes. O deus que faz essas coisas é falso. E por que tanto engano? Porque falta conhecimento. Leia a Bíblia todos os dias, estude as Sagradas Escrituras e obedeça tudo o que ela mandar. Enfrente as calúnias, as criticas, as perseguições com fé na Palavra que nos garante a vitória. E com a ajuda do Espírito Santo conhecerás mais a cada dia esse Deus tremendo que diz: EU SOU O QUE SOU.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Confrateen 2011

CONFRATEEN 2011


Programação


SÁBADO - 29/10
17:30 – Culto de Adoração
  Cantor: Érick Máximo (Viçosa - MG)
  Preletor: Pastor Yossef Akiva (Rio de Janeiro/RJ)
  Participação das Igrejas Convidadas

DOMINGO  - 30/10
09:00 – Evangelização em Massa na cidade de Viçosa – MG.
17:00 - Culto de Adoração
  Cantor: Érick Máximo (Viçosa – MG)
  Cantor e Preletor: Pastor. Chris Duran (Rio de Janeiro – RJ)


Dias 29 e 30 de Outubro 2011

Na Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Ministério Madureira
Rua da Conceição, nº 146. Viçosa-MG

  Participação das Igrejas Convidadas

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

34º CONGRESSO DA UMADEVIC


34º CONGRESSO DA UMADEVIC
(União da Mocidade da Assembléia de Deus em Viçosa e Congregações)


Dias 17 e 18 de Setembro 2011

Sábado a partir das 17:30hs e Domingo 18:00hs.

Na Igreja Evangélica Assembléia de Deus 
Rua da Conceição, nº 146. Viçosa-MG

Não fique de fora! Organize a sua caravana e venha louvar ao Senhor conosco!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O SER HUMANO MODERNO


UM SUJEITO TODO MODERNINHO PERDEU-SE NO DESERTO. DURANTE DIAS E NOITES PERAMBULOU SEM RUMO.
NESTE PERÍODO SEU PENSAMENTO FICOU DOMINADO PELA ANGÚSTIA: QUANTO TEMPO SERÁ NECESSÁRIO PARA QUE EU MORRA DE FOME E DE SEDE?
ELE FOI DESIDRATADO PELO SOL ESCALDANTE E ESTAVA DELIRANTE. QUANDO CONSEGUIA DORMIR ALGUMAS HORAS, DEVIDO A EXAUSTÃO, SÓ SONHAVA COM ÁGUA E COMIDA. AO ACORDAR O SEU TORMENTO ERA AINDA MAIOR, MAS ASSIM MESMO CONTINUAVA PERAMBULANDO ERRANTE PELA IMENSIDÃO ÁRIDA DO DESERTO.
EM CERTO MOMENTO O NOSSO PEREGRINO AVISTOU UM OÁSIS. AH! PENSOU ELE! ESTA É UMA FANTASIA ILUSIONISTA, UM REFLEXO IMAGINÁRIO QUE ME PROVOCA E QUER LEVAR-ME A LOUCURA. NA REALIDADE ALI NÃO EXISTE NADA.
ELE SE APROXIMAVA DO OÁSIS, E POR INCRÍVEL QUE PAREÇA ELE NÃO DESAPARECIA. AO CONTRÁRIO, OS CONTORNOS FICAVAM CADA VEZ MAIS REALÍSTICOS, O NOSSO PEREGRINO VIA OS CACTOS, O CAPIM, AS ROCHAS E ENTRE ELAS UMA FONTE DE ÁGUA SAIA CRISTALINA.
OBVIAMENTE EU POSSO ESTAR SENDO ILUDIDO POR UMA FANTASIA PROVOCADA PELA FOME, QUE TENTA ENGANAR A MINHA MENTE. FANTASIAS DESTA NATUREZA SÓ SURGEM NO ESTADO DEPLORÁVEL EM QUE ME ENCONTRO. LÓGICO, AGORA AINDA CHEGO A OUVIR A ÁGUA ESCORRENDO ENTRE AS PEDRAS. MAIS UMA ILUSÃO, E AGORA AUDITIVA. COMO A NATUREZA É CRUEL!
MUNIDO DESTES PENSAMENTOS ELE DESMAIOU...MAIS TARDE ELE VEIO A MORRER...
MAS NÃO ANTES DE PROFERIR UMA BLASFÊMIA SOBRE A AUSÊNCIA DE UM SENTIDO DA VIDA.
ALGUMAS HORAS DEPOIS O NOSSO PEREGRINO FOI ENCONTRADO POR DOIS BEDUÍNOS."VOCÊ CONSEGUE ENTENDER ISTO?" DISSE UM BEDUÍNO AO OUTRO. OS CACTOS ESTÃO QUASE ENTRANDO EM SUA BOCA, ELE SÓ PRECISAVA ESTENDER A MÃO PARA PEGAR E PODER SE ALIMENTAR, E ELE ESTÁ CAÍDO AO LADO DE UMA VERTENTE DE ÁGUA, E NO MEIO DESTE MARAVILHOSO OÁSIS ELE MORREU DE FOME E DE SEDE. COMO É QUE ISTO PODE ACONTECER?
"ELE ERA UM HOMEM MODERNO" RESPONDEU O OUTRO BEDUÍNO. "ELE NÃO ACREDITOU NAQUILO QUE VIA E NO QUE ESTAVA EM SUA VOLTA."


NOS DIAS DE HOJE DEUS ESTÁ PRESENTE, BEM ENTRE NÓS, SÓ QUE O "SER HUMANO MODERNO" NÃO QUER PERCEBER A SUA PRESENÇA. ELE NÃO ACREDITA NAS COISAS QUE DEUS FAZ PARA ELE E POR ELE.


"FEZ ISSO PARA QUE PUDESSEM ENCONTRA-LO E TALVEZ ENCONTRA-LO, POIS ELE NÃO ESTÁ LONGE DE CADA UM DE NÓS." At 17.27


SERÁ QUE VOCÊ, VAI PERDER A VIDA ETERNA PORQUE IGNORA, E NÃO QUER PERCEBER, OS BRAÇOS ESTENDIDOS DE JESUS OFERECENDO O PERDÃO QUE VOCÊ TANTO PROCURA? ISTO SERIA TERRÍVEL!


"AQUELE QUE CRÊ NO FILHO NÃO É JULGADO; MAS QUEM NÃO CRÊ JÁ ESTA JULGADO PORQUE NÃO CRÊ NO FILHO ÚNICO DE DEUS." Jo 3.18


INDEPENDETE DE QUEM VOCÊ É, SEJA VOCÊ MODERNO OU NÃO, POBRE OU RICO, DOTADO OU NÃO, CREIA AGORA NO SENHOR JESUS CRISTO E TUDO NA SUA VIDA TOMARÁ UM NOVO RUMO, E BEM MELHOR...


BENÇÃOS DO SENHOR P/ VC!!
FONTE: F.B.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Culto de Jovens


Sábado dia 20/08/2011, aconteceu em nossa Igreja Assembléia de Deus em Oratórios – MG, um lindo e abençoado culto.
Esteve conosco o Grupo de Jovens da Igreja Quadrangular de Ponte Nova/MG – Pastor Afonso, Banda Resplandecer da Igreja Assembléia de Deus de Urucânia/MG, irmãos da Igreja Batista Nacional de Oratórios/MG, Ana Florência, Católicos, amigos, dentre outros.
Os louvores falaram muito aos nossos corações e vimos manifestar a glória do Senhor através dos mesmos.
A mensagem da noite ficou a cargo do Ev. Geraldo de Almeida Filho (Geraldinho) da Igreja Assembléia de Deus em Viçosa/MG. Ele ministrou sobre Dons e Frutos, baseando – se em I Crônicas 21:24:

E disse o rei Davi a Ornã: Não, antes, pelo seu valor, a quero comprar; porque não tomarei o que é teu, para o SENHOR, para que não ofereça holocausto sem custo.

O Ev. Geraldinho foi enfático em dizer que, ser uma bênção, ao contrário do que muitos pensam, não é ter muitos dons, mas ter o fruto do Espírito gerado em si.

É comum ouvirmos alguém dizer: “aquele irmão prega que é uma bênção!”, “profetiza que é uma bênção!” de forma que faltando o conhecimento bíblico, somos levados a crer que realmente o exercício de um dom faz de alguns irmãos melhores do que os outros, porém, vemos à luz da Palavra de Deus que é bem diferente.

Deus usou o Evangelista de maneira intensa em itens indispensáveis para nossa sobrevivência neste mundo, tais quais:
·       
·        Obediência
·        Santidade

Saímos renovado pelo Espírito Santo do Senhor daquela casa de oração.
Ministérios renovados, corações quebrantados e muito mais apaixonados por essa grandiosa obra que o nosso Deus tem colocado em nossas mãos.

Glória seja dada somente a Ele.....Único digno!

Visite também o Blog do Evangelista Geraldinho: 

Algumas fotos do culto:






















quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Congresso de Senhoras em Amparo do Serra

A paz do Senhor meus queridos irmãos! 
Deus abençoe a vocês que tem acompanhando este blog e a Banda Shekinah pelas cidades de Minas Gerais.
Tivemos dias de muita benção na cidade de Amparo do Serra – MG, na Igreja Pentecostal Deus é Amor, presidida pelo Pr. Nilson.
No dia 05/08 louvamos ao Senhor juntamente com a Igreja. Foi muita glória de Deus naquele lugar!
No dia 06/08 foi uma noite cheia do poder! Eita igreja que é fogo puro! Rs... Deus é maravilhoso, Ele derramou da sua glória e do seu poder sobre os irmãos!
E ainda ouvimos um testemunho maravilhoso da nossa querida irmã Lucy da cidade de BH, no qual ela relatou as maravilhas que Deus realizou na sua vida e continua a realizar.
Um abraço a todos os nossos irmãos de Amparo do Serra e região!
Que Deus vos abençoe em nome de Jesus!!!

Algumas fotos do evento.















quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Deus tem um propósito em nossa vida

Quem já não ouviu a frase: “Deus tem um propósito para sua vida”. Se ela se tornou ou não uma realidade em nossas vidas já é outra história. Mas se quisermos que se torne uma realidade, precisamos acreditar e viver isso. Em Romanos 8:28-30 Paulo diz:

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Porquanto aos que de antemão conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a esses também chamou; e aos que chamou, a esses também justificou; e aos que justificou, a esses também glorificou”.

Falar em predestinação é como andar num campo minado, é preciso saber onde se pisa. Há muita controvérsia sobre o assunto, mas é necessário entender o que Paulo quis dizer neste texto.
Crer na predestinação é bíblico, além de citar duas vezes no texto, Paulo também fala em predestinação em Efésios 1:5:

Nos predestinou para Ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”.

A declaração de Paulo no texto de Efésios tem o mesmo aspecto do texto de Romanos, “somos predestinados para realizarmos a vontade de Deus”. Essa predestinação fundamentada na Palavra de Deus tem como base os atributos incomunicáveis e intransferíveis de Deus, como a onisciência.
Assim pela presciência (conhecer antes), Deus sabe quem aceitará ou não a sua chamada, assim entendemos que os que não aceitaram a Jesus Cristo, não deram ouvidos ao chamado de Deus, desta forma, sabendo que nós aceitaríamos Jesus Cristo como nosso Salvador, Deus estabeleceu um propósito para nossas vidas.

Esse propósito, de antemão estabelecido é o caminho ideal para seguirmos, mas isso não quer dizer que somos obrigados a segui-lo. Temos a nossa própria capacidade de escolha, o que alguns chamam de “livre arbítrio” e outros de  “vontade livre”, que Deus respeita.
Mesmo sabendo que existe um caminho perfeito, por nossa vontade livre, escolhemos segui-lo ou não, não somos autômatos que apenas realizam tarefas para as quais foram programados.

Quando o texto diz: “que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”, fica evidenciada uma escolha, aqueles que ouviram o chamado e aceitaram a Jesus Cristo como seu salvador, entraram para o propósito de Deus. Paulo está dizendo que existe “uma predestinação em Jesus”, um caminho perfeito.
Deus tem em Jesus um homem perfeito, e quer que todos sejam iguais a Ele. Como pela sua presciência Deus conheceu antes quem aceitaria o seu chamado, os predestinou a serem iguais a Cristo Jesus, este é o propósito de Deus para as nossas vidas.

Por: Carlos - Blog da Vida Eterna

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Culto de Mocidade

"Um final de semana memorável! Com muita alegria e disposição da Igreja Assembléia de Deus em Oratórios foi realizado, no sábado (24/07/2011), um maravilhoso Culto de Mocidade. Vários irmãos se uniram com louvor, adoração, partilha da Palavra e, principalmente, orações em favor do Ministério, Igreja e da cidade.
Estiveram conosco os irmãos da Assembléia de Deus - Piscamba/Jequeri-MG, Assembléia de Deus – Santo Antonio do Grama/MG e muitos outros convidados aqui da cidade de Oratórios.

Os louvores inspirados por Deus, falando a cada coração que se encontrava ali naquele lugar.

A palavra da noite ficou a cargo do Pb. Claudinei / Assembléia de Deus – Madureira / Ponte Nova/MG....ministrada no 1º cap. de Daniel, tendo como base o versículo 8.
“E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar.

Foi abordado pelo amado irmão temas importantes para o crescimento da obra de Nosso Senhor como:
▪ compromisso;
▪ santidade;
▪ não desistir das promessas de Deus;
▪ o cuidado com as ofertas de satanás nos dia de hoje;
▪ a fidelidade de Deus.




segunda-feira, 18 de julho de 2011

O valor da intercessão


O Sapo e a Rosa

Era uma vez uma rosa muito bonita, que se sentia envaidecida ao saber que era a mais linda do jardim.
Mas começou a perceber que as pessoas somente a observavam de longe.
Acabou se dando conta de que, ao seu lado, sempre havia um sapo grande, e esta era a razão pela qual ninguém aproximava-se dela.
Indignada diante da descoberta, ordenou ao sapo que se afastasse dela imediatamente.
O sapo, muito humildemente, disse:
- Está bem, se é assim que você quer...
Algum tempo depois o sapo passou por onde estava a rosa, e se surpreendeu ao vê-la murcha, sem folhas nem pétalas.
Penalizado, disse a ela:
- Que coisa horrível!! O que aconteceu com você?
A rosa respondeu:
- É que, desde que você foi embora, as formigas me comeram dia a dia, e agora nunca voltarei a ser o que era.
O sapo respondeu:
- Quando eu estava por aqui, comia todas as formigas que se aproximavam de ti.
Por isso é que era a mais bonita do jardim...

Moral da História:
Muitas vezes desvalorizamos os outros por crermos que somos superiores a eles, mais 'bonitos', de mais valor,ou que eles não nos servem para nada.
Deus não fez ninguém para 'sobrar' neste mundo. Todos tem algo a aprender com outros ou a ensinar a eles, e ninguém deve desvalorizar a ninguém.
Pode ser que uma destas pessoas, a quem não dá valor, faça-nos um bem que nem mesmo nós percebemos. (Autor não informado)
 

Desperte para a intercessão: Lembre-se que você foi chamado para fazer a diferença em meio a uma geração corrompida pelo pecado. Assuma o compromisso de interceder pelo livramento e proteção dos justos que estão em um contexto de corrupção, e uma infinidade de pecados. Que eles se mantenham santos e irrepreensíveis em seus relacionamento com o Senhor.
Santifique-se: Lembre-se que você precisa se manter puro e buscar com diligência a santificação no Senhor, através da obediência a Sua palavra. Só assim sua intercessão poderá fazer a diferença na vida dos justos e em sua vida.
Pratique: Faça uma lista de conhecidos para que você possa ajudá-los a se manter irrepreensíveis em meio a tanta tribulação e pecado, através da intercessão e de relacionamentos que manifestem o amor ao próximo e a Deus.
Elias Andrade - Banda Shekinah

sexta-feira, 15 de julho de 2011

O quarto escuro




Você provavelmente já reparou nisso, mas é interessante pararmos para pensar. Você já deve alguma vez em sua casa, ou em outro lugar mesmo, estando em um cômodo ou local de boa iluminação e logo em seguida passar para um quarto escuro. Logo que você entra nele, você não consegue ver nada ou quase nada. Com o tempo passando e com acostumar dos seus olhos, muitas coisas que você não via, você passará a ver e a reparar. Sua visão se acostumou e adaptou-se a um local com pouca iluminação.

A situação inversa ocorre da mesma maneira. Se você estiver no quarto escuro e sair para fora ou para um cômodo com muita iluminação, você sofrerá até se adaptar. Você mal conseguirá manter seus olhos abertos pela luz que no início será forte, mas ao passar do tempo, seu olho vai se acostumando e aquela iluminação excessiva passará a ser agradável e normal quando sua visão estiver adaptada.

Quero trazer essas duas ilustrações para a vida cristã. E lançar um alerta e uma reflexão para as nossas vidas. Vamos lá!

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."
Romanos 12:2
A primeira lição que tiramos dessa ilustração é que não podemos nos acostumar com as coisas deste mundo, que é representada pelo quarto escuro. Quando deixamos nos dominar e rodear por coisas que não são da luz, que só trazem escuridão, na hora até sentimos falta daquela luz que habitava em nossa vida. Mas aos poucos, a escuridão permanecendo, nos acostumamos. Nosso corpo, mente e vida se adapta à uma vida sem a luz de Cristo. Nos tornamos mundanos e submissos à vontade da carne e esquecemos da luz. A escuridão se torna confortável. Estamos sem a visão completa. Vemos as coisas em sua superficialidade. Nem tudo é vísivel.

"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;"
I Pedro 2:9

A segunda é que quando estamos em trevas ou na escuridão, e Jesus com sua graça e amor nos chama para a luz, sentimos um impacto em nossas vidas tão forte e poderoso, que sentimos um anseio grande em permanecer na luz e lá se manter. Esse impacto positivo é parecido com aquele quando saímos do quarto escuro. É Cristo que nos ilumina e trata conosco. A nossa visão também se altera. Muitas coisas que não tinham sentido ou que ficavam escondidas na escuridão, se tornam vísiveis em sua totalidade. Vemos as coisas com clareza, pois Cristo nos revela a verdade.

"O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra da morte resplandeceu a luz."
Isaías 9:2

Mas a terceira lição é a melhor e a mais importante! Você já viu o poder de um feixe de luz dentro de um quarto escuro? Não importa o tamanho do quarto ou da escuridão, basta um pequeno buraco ou uma pequena entrada em uma janela, por onde a luz entre, que a escuridão é cortada. A luz tem um poder muito maior do que a das trevas, do que a do escuro. Um pequeno traço de luz dentro de um quarto completamente escuro, muda a visão das coisas.

Não importa qual seja o tamanho do quarto que você se encontra. Ele pode ter muitas coisas ruins. Você pode já estar acostumado com uma vida sem luz e até gostar dela, pois já se conformou com isso. Mas quero te dizer uma coisa: Jesus é o feixe de luz que atravessará este quarto escuro. Jesus mostrará onde tem uma saída neste quarto. Através da luz você saberá qual caminho seguir! Você encontrará uma vida melhor, sem coisas escondida. Uma vida baseada na verdade de Cristo, que morreu na cruz para te dar vida eterna.

Lembre-se disso:

"Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida."
João 8:12

Deus te abençõe!


Autor: Danilo Zanon

quarta-feira, 6 de julho de 2011

TEMER A DEUS OU AOS HOMENS



Existem períodos decisivos em nossa vida em que nos vemos diante de um grande desafio. O desafio de ser fiel ao que cremos ou ao que os outros querem que creiamos. Sinceramente é desgastante ter que enfrentar a oposição da maioria e muitas vezes ter que expor nossa opinião tão contraditória. Mas é necessário e ninguém escapa disso - basta olharmos para o passado e aprender com aqueles que, com certeza, também temeram e se angustiaram diante da perseguição, mas ainda assim foram firmes. É interessante a história de Moisés, o grande libertador do povo de Deus. Mas duvido que foi interessante para ele ter que enfrentar Faraó. Também é linda a história do menino Davi que venceu o Gigante Golias. Mas Davi deve ter enxugado o suor das mãos provocado pela ansiedade de enfrentar esse desafio antes de girar a funda. Estevão marcou a história do cristianismo sendo o primeiro mártir, mesmo cheio de fé e poder, mesmo realizando grandes sinais entre o povo, mesmo pregando a mensagem com tanta ousadia. As pedradas doeram a ponto de ele pedir que Jesus recebesse seu espírito e mesmo que, talvez, com a voz trêmula devido a forte afronta a que foi submetido ele gritou: Senhor não lhes impute esse pecado. E Paulo? Como defendeu as doutrinas e como foi usado por Deus para nos ensinar as verdades do evangelho! Mas isso não fez com que os açoites, as prisões e as pedradas não o atingissem. Nós, seguidores de Cristo, não somos intocáveis. Estamos expostos ao perigo em todo tempo. Mas existe uma diferença: A nossa fé! Ela vence o mundo com todos os seus perigos e sofrimentos. E não estamos livres de sentirmos medo das circunstâncias, das afrontas e das perseguições. Mas nós temos um alvo, um objetivo bem definido que é o céu. E o céu é o lugar dos vencedores, é o lugar dos que são fiéis até o fim. Temos como exemplo nosso Senhor Jesus que padeceu por nós. Jesus se sentiu angustiado, orou fervorosamente e pediu ao Pai que o livrasse daquele sofrimento. Jesus chorou, suou sangue, mas não desistiu de morrer na cruz para nos salvar. Jesus venceu a morte, ao terceiro dia ressuscitou e vive para sempre! A quem devemos temer? Jesus nos responde: "Temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno, sim vos digo, a esse temei" (Lc 12.5). Nunca desista de se posicionar ao lado da verdade de Deus, ainda que isso signifique ter que enfrentar perseguições. Deus é maior e é por nós! 

"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarde os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem". Eclesiastes 12.13

www.achandotesouros.blogspot.com

terça-feira, 21 de junho de 2011

A Jornada pelo Deserto

Êxodo 13:21 e 22


Por Nayarah Souza


“O Senhor ia adiante deles, durante o dia,  uma coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite”.



Neste versículo Deus diz que guiava o povo de Israel pelo deserto, desde a saída do Egito até a terra prometida. O importante neste contexto é conhecer a história daquele povo. O fato de Israel ter sido escolhido por Deus não os eximia do pecado, pelo contrário, o povo de Israel murmurou, teve sua fé abalada, desobedeceu às ordens de Deus... Israel era um povo pecador. Será que Deus, quando prometeu a Abraão uma grande descendência, Israel, não sabia que aquele povo seria pecador e imperfeito? Deus sabe que ninguém é perfeito. Na Bíblia diz que todos pecaram e carecem da glória de Deus (Romanos 3:23), além disso Ele não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos.

Deus fez grandes milagres para libertar o povo de Israel da escravidão: lançou as dez pragas no Egito, abriu o mar vermelho, tirou água da rocha e muitas outras maravilhas. Será que Deus não poderia, ao invés de deixar o povo caminhar pelo deserto durante quarenta anos, ter dado a terra prometida para seu povo sem tanta demora??? Por que o povo de Israel teve que fazer aquela jornada pelo deserto??? Enquanto o povo permaneceu no pecado, Deus não lhes permitiu que entrassem na terra prometida. Aquela jornada significou aprendizado. Enquanto o povo não estava preparado, Deus não os deixou entrar na terra prometida. É estranho saber e difícil entender por que Deus deixou o povo que amava tanto, passar por tal provação? Deus não queria maltratá-los, pelo contrário, o tempo todo revelou Sua figura paterna ensinando e disciplinando. Deus é amor e jamais desejaria mal a um filho, pois cada um de nós somos preciosos para Deus.

Apesar de Deus ter permitido que Israel passasse por aquela provação, em momento algum os abandonou. Nos momentos de fome, providenciou o maná; nos momentos de sede, tirou água da rocha. O povo caminhou durante quarenta anos no deserto com as mesmas roupas e as mesmas sandálias e não envelheceram e nem desgastaram. E o melhor de tudo era como os guiava!!! Na palavra diz: “O Senhor ia adiante deles durante o dia, numa coluna de nuvem... durante a noite, numa coluna de fogo”. A forma dessas colunas não poderia ser mais propícia!!! Todos sabem que em lugares de clima desértico, durante o dia faz um calor intenso e à noite um frio rigoroso. Durante o dia a coluna de nuvem lhes fazia sombra e à noite a de fogo iluminava e esquentava, ambas mostrando o caminho, deixando claro, mais uma vez, a figura de um Pai protetor. Deus não os abandonou, sempre estava ao lado de seu povo, pois as colunas nunca se apartaram do povo.

E assim é conosco, somos “o povo de Israel”, somos escolhidos do Senhor. Cada um tem a sua própria jornada e só estaremos aptos a alcançar nossas bênçãos depois de passarmos pelo nosso crescimento espiritual: disciplina, educação, amor... E assim como toda criança que cai para aprender a andar, teremos provações para alcançar vitória. Deus antes de abençoar os seus escolhidos, quer ter certeza que estão prontos para receber suas bênçãos. Somente quando você estiver preparado, Deus te deixará entrar na sua “terra prometida”, mas tenha certeza que enquanto você estiver na sua jornada atravessando o “seu deserto”, Ele não te abandonará, estará sempre ao seu lado, dando providência e suprindo as suas necessidades.